SE TORNE MAIS UM PARTICIPANTE

domingo, 26 de abril de 2015

Entenda melhor o que o governo quer com A ParanáPrevidência

A ParanáPrevidência – como é conhecido o Regime Próprio de Previdência Social do Estado – é composta por três fundos: o Militar, o Financeiro e o Previdenciário. A proposta, apresentada pelo governo estadual, sugere que 33.556 beneficiários com 73 anos ou mais sejam transferidos do Fundo Financeiro, que é arcado com pelo Tesouro estadual, para o Fundo Previdenciário, constituído a partir de contribuições dos servidores e do poder público.
O governo estadual afirma que o Fundo Previdenciário está capitalizado em mais de R$ 8,5 bilhões em investimentos. O Executivo argumenta ainda que esta migração proporcionará uma economia de R$ 125 milhões, por mês, com o pagamento de benefícios. Valor significativo para o cenário de dificuldade financeira vivido pela administração estadual, que diga-se de passagem, dificuldades criadas pelo próprio governo Richa. O projeto prevê que o Fundo Previdenciário terá somente o aporte de R$ 1 bilhão a partir de 2021, uma perda de 7,5 bilhões em 6 anos!!!Com o reinício de repasse ao Estado dos royalties da usina de Itaipu, que garantiria a solvência do sistema por pelo menos 29 anos. Mas e depois disso? Como ficara a aposentadoria daqueles que irão aposentar daqui a 30 anos?
O Fórum das Entidades Sindicais do Paraná (FES), por outro lado, não concorda com a proposta e também com a forma como o texto tramita pela Assembleia Legislativa, já que o líder do governo deputado Luiz Claudio Romanelli apresentou pedido de urgência.
Para os sindicatos, a medida impede o amplo debate sobre o assunto. Além disso, o FEss é contrário a proposta e apresentou uma série de considerações e sugestões. A exigência dos sindicatos dos servidores é para que o governo retire o projeto e reestabeleça o processo de negociação com as categorias. Esse fundo foi construído pelos funcionários e para os funcionários, não é uma poupança para um governo que faliu o estado, e agora quer passar essa conta para nós pagarmos. Você que não quer aderir à greve concorda com isso??

Assembleia foi realizada em um ginásio de esportes em Londrina (Foto: Alberto D'Angele/RPC)


Um comentário: